contemplative black man standing against window painted in lgbt colors

África: Gay são Presos por conduta Homossexual e forçados a teste Anal

As forças de segurança nos Camarões, África, prenderam e usaram arbitrariamente a violência contra pelo menos 24 pessoas por suposta conduta consensual Homossexual ou não conformidade de gênero desde fevereiro de 2021, de acordo com um relatório da Human Rights Watch. Pelo menos um deles foi forçado a se submeter a um teste de HIV e exame anal.

Segundo relatos, 13 pessoas foram presas em Bafoussam em fevereiro de 2021 quando policiais invadiram o escritório da Colibri, uma organização que presta serviços de prevenção e tratamento do HIV. No mesmo mês, 12 pessoas foram presas sob acusação de homossexualidade enquanto estavam em um restaurante em Bertoua, e duas mulheres trans foram presas em Douala.

“Essas recentes prisões e abusos levantam sérias preocupações sobre um novo aumento da perseguição anti-LGBT nos Camarões”, disse Neela Ghoshal, diretora associada de direitos LGBT da Human Rights Watch. “A lei que criminaliza a conduta do mesmo sexo coloca as pessoas LGBT em um risco aumentado de serem maltratadas, torturadas e agredidas sem quaisquer consequências para os agressores.

De acordo com o relatório de homofobia patrocinado pelo ILGA World, o código penal do país estabelece que qualquer pessoa que “tenha relações sexuais com uma pessoa do mesmo sexo” pode enfrentar uma pena de 6 meses a 5 anos de prisão e/ou multa.

Fonte: ILGA World

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *