SP: Garoto de 11 anos sugere trabalho com temática LGBT e é recriminado pelo Diretor

Um garoto de 11 anos foi recriminado e obrigado a apagar uma sugestão de trabalho com a temática LGBT.

Segundo o jorna G1 o estudante de 11 anos foi criticado no grupo de Whatsapp da Escola Estadual Aníbal de Freitas, em Campinas (SP), após ter sugerido um trabalho com tema LGBT. Assim que mandou a mensagem, o garoto foi atacado por pais de alunos e funcionários que disseram que a ideia era “absurda”. A família do jovem registrou um boletim de ocorrência para denunciar “preconceito e intimidação”. A Secretaria Estadual de Educação informou que vai enviar um supervisor de ensino à unidade para “tomar as medidas cabíveis”.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o boletim, que foi registrado pela internet, será direcionado ao 7º Distrito Policial, que ficará responsável por abrir ou não o inquérito. A pasta ainda informou que outras informações só poderão ser passadas nesta segunda-feira (14). O caso aconteceu na sexta-feira (11) e ocorrência foi registrada no sábado (12).

A irmã do menino, Danielle Cristina Pereira de Oliveira, foi quem registrou o boletim de ocorrência e também fez um relato no Facebook para denunciar o episódio. Por telefone, a autônoma disse que o estudante mandou uma mensagem no grupo da sala, do 6º ano do Ensino Fundamental, com uma proposta de estudo sobre o mês do Orgulho LGBT, celebrado em junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.